Narrativa rápida ou lenta?

Olá, escritor(a)!

Tudo bem?

Você já deve ter identificado o seu estilo ao escrever uma história, se sua narrativa é rápida ou lenta, se ela mostra situações em detalhes ou se dá a impressão de que a história passa voando. Você tem esse estilo definido? O. K.

Saiba também que você pode escolher o tipo de narrativa que quer usar no seu livro de acordo com a sensação que pretende passar ao leitor e de acordo com a história que está escrevendo.

Por exemplo, em romances geralmente nos deparamos com narrativas mais lentas, em histórias com mais ação a narrativa é rápida, dando a sensação de que estamos vivenciando aquilo, já na fantasia podemos encontrar os dois tipos de narrativas, ora rápida, onde os personagens precisam lidar com uma situação preocupante, ora lenta, onde há um diálogo entre os personagens, esclarecendo alguma coisa ou tentando desvendar algo.

santa-monica-2506305_1920

Para entender melhor, vejamos a diferença entre as duas:

Narrativa lenta: contém frases longas, mais adjetivos, muitas descrições, revela os sentimentos dos personagens de forma mais profunda, o leitor tem a sensação de que as situações demoram mais e compreende melhor o cenário e o que se passa com os personagens.

Exemplo: Na manhã seguinte, por volta do meio-dia, cedo ainda para que encontrassem alguns lugares, eles atracaram ao cais dos visitantes em Arholma. Prepararam uma refeição e tinham acabado de comer quando Mikael avistou um M-30 com casco de poliéster entrando na enseada com apenas a vela mestra. O barco deu uma volta tranquila enquanto seu piloto procurava uma vaga no cais. Mikael deu uma olhada ao redor e constatou que o espaço entre o seu Scampi e um iate a estibordo era provavelmente o único lugar disponível, suficiente e na medida exata, para o estreito M-30. Foi até a proa e agitou o braço; o piloto do M-30 ergueu a mão em sinal de agradecimento e virou em direção ao cais.
(Trecho do livro Os Homens Que Não Amavam as Mulheres, de Stieg Larsson)

Narrativa rápida: contém frases curtas, menos adjetivos, descrições breves, o leitor tem a sensação de que os acontecimentos da história passam muito rápido e também de que está vivenciando aquilo junto com os personagens, torcendo para dar tudo certo.

Exemplo: Lisbeth Salander virou a cabeça no momento em que Martin fugia pela porta. Ergueu-se num salto e pegou a pistola no chão, verificando se estava carregada. Destravou-a. Mikael notou que ela parecia familiarizada com as armas. Olhando em volta, os olhos dela se detiveram por meio segundo nas chaves das algemas em cima da mesa.
– Eu cuido dele – disse enquanto corria em direção à porta. No caminho apanhou as chaves e as fez deslizar pelo chão até onde Mikael estava.
(Trecho do livro Os Homens Que Não Amavam as Mulheres, de Stieg Larsson)

temporal-distance-1990035_1920

Esses são exemplos de um mesmo livro de ficção policial e de mistério, mas claro que é melhor quando lemos uma história do início ao fim.

Lembre-se, escritor(a), que você não deve se apegar a regras ou técnicas que prometem deixar o seu livro mais interessante ou atrair mais leitores et cetera. Preocupe-se em escrever, em contar a sua história. Trechos com narrativas rápidas ou lentas aparecem naturalmente na sua história, de acordo com o que você está sentindo quando está escrevendo.

As dicas e os caminhos que posto aqui no blog apenas auxiliam e as mudanças que deseja implementar nas suas histórias devem ser feitas aos poucos e com cautela ou até mesmo na hora de revisar o seu livro. O importante é começar a escrever e terminar, pois muitos escritores iniciantes começam uma história e param no meio, preocupados se vão agradar ou não quem vai ler futuramente ou preocupados em mudar determinados parágrafos, o que você pode deixar para quando a história estiver pronta. Além do mais, sei que você tem seu próprio estilo, seu jeito de escrever, uma ajudinha aqui e outra ali são bem-vindas, mas você cria histórias  e isso já mostra o seu talento. Use essas dicas caso queira deixar suas histórias ainda mais interessantes.

Espero que tenha gostado do post. Siga o blog e deixe seu comentário.

Até mais.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s